Homem tem prejuízo de mais de R$ 3 mil ao comprar tijolos
Foto: Franciele Vieira

A Polícia Civil está investigando um boletim de ocorrência registrado por uma mulher de 32 anos, que alega que teve as suas fotos usadas em um perfil falso em um aplicativo de relacionamentos.

No documento policial, a vítima apontou as suas imagens estão anexadas a informações difamatórias e caluniosas.

A denunciante não soube apontar nenhum suspeito de cometer o crime. Vale destacar que tal ato é considerado crime, já que se passar por outra pessoa na internet é crime de falsidade ideológica e o usuário pode pegar até cinco anos de reclusão

RECOMENDAMOS
Tenho 22 anos, formada em Comunicação Social- Jornalismo na UniFasipe, moro em Sinop.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui