Foto: Reprodução

Foi confirmada no final da manhã desta sexta-feira (24), a demissão do ministro Sergio Moro do Ministério da Justiça. Segundo ele, um dos principais motivos da decisão foi em decorrência da demissão do diretor geral da Polícia Federal, Mauricio Valeixo.

Em um trecho o ministro declarou que Bolsonaro não o quer mais no cargo. “Agradeço ao presidente minha nomeação. Fui fiel ao compromisso. Vou começar a empacotar minhas coisas e encaminhar minha carta de demissão. Não posso continuar sem condições de preservar a autonomia da Polícia Federal para realizar seu trabalho ou concordar com interferência na PF”.

De acordo com o ministro o desentendimento entre o presidente e ele ocorreu após Bolsonaro insistir na troca do diretor geral. “Eu disse que não tem nenhum problema, mas eu preciso de uma causa, normalmente relacionada a insuficiência de desempenho, erro grave. No entanto, o que eu vi nesse período, foi um trabalho bem feito (pelo diretor geral da Polícia Federal), operações de combate a corrupção e outras, queda de estatísticas criminais e o trabalho estava sendo positivo”.

RECOMENDAMOS
Tenho 22 anos, formada em Comunicação Social- Jornalismo na UniFasipe, moro em Sinop.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui