Take a fresh look at your lifestyle.

Operação apreendeu 15 caminhões carregados de madeira ilegal, tratores e motos no interior de MT; veja vídeos

Onipresente é realizada contra extração de madeira e garimpos clandestinos em terras indígenas no norte do estado

Para obter mais conteúdos siga o Agora Notícia MT no Google News. Quer se avisado de graça sobre os melhores conteúdos em primeira mão? Receba Nossas Notificações Aqui!

A Polícia Federal, em ação conjunta com o Ibama, que está atuando desde o começo do mês de junho, no âmbito da operação contínua onipresente, no norte de Mato Grosso na repressão da extração de madeira e garimpos clandestinos em terras indígenas.

Na madrugada desta quarta-feira (22), interrompeu as atividades de 15 caminhões carregados de madeira na Terra Indígena Aripuanã na região das aldeias Taquaral e Divisa além de 3 tratores e 3 motos.

Operação apreendeu 15 caminhões carregados de madeira ilegal, tratores e motos no interior de MT
Foto: PF/MT

Esta é uma área muito extensa de desmatamento com estradas que vão de Aripuanã até Rondônia dentro da Terra Indígena. Calcula-se que todos os dias saem dessa área de desmatamento pelo menos 10 caminhões carregados de toras de alto valor.

Ressalta-se que pela grande extensão a ser fiscalizadas as equipes conseguiram em apenas nesta madrugada realizar o equivalente há 10 dias de trabalho.

Além da ação dessa madrugada nos dias anteriores equipes também atuaram nos seguintes locais:

– Garimpo no Rio Roosevelt onde foram inutilizadas 6 balsas, 1 caminhão e 3 motos.

– Garimpo na Terra Indígena Aripuanã no ponto do Tamari inutilizados 6 motores e 1 Pá Carregadeira. Importante ressaltar que esse ano já foi realizada uma ação na mesma localidade que havia desmantelado o garimpo e agora, a ação reprimiu a tentativa do retorno da atividade garimpeira.

Esse ponto também foi alvo da Operação, que resultou na prisão de um servidor da Funai e um cacique que recebia 20% de todo ouro extraído da terra indígena.

– Fiscalização Terra Indígena Kayabi, Kaiapó, Zoró e no Parque Nacional do Xingu.

A escolha das localidades fiscalizadas foi feita através de monitoramento via satélite no sistema Planet que é capaz de detectar desmatamentos em áreas tão pequenas quanto um quintal de uma casa.  Dessa forma, foi possível uma ação assertiva e eficiente.

Onipresente é uma operação contínua na qual atuam em conjunto a Polícia Federal e Ibama pertencente ao programa Guardiões do Bioma, do Governo Federal.

Veja vídeos:

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja bem com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceito Saiba Mais