Take a fresh look at your lifestyle.

Dupla é presa suspeita de matar três homens em Colniza

Para obter mais conteúdos siga o Agora Notícia MT no Google News. Quer se avisado de graça sobre os melhores conteúdos em primeira mão? Receba Nossas Notificações Aqui!

A Polícia Civil prendeu na última segunda-feira (24), dois suspeitos de matarem três homens, em Colniza. As prisões ocorreram no distrito de Guariba, em Colniza. Conforme apurado, em um dos casos, os bandidos chegaram a filmar toda a execução da vítima.

O primeiro crime foi registrado no último dia 21. Um homem, identificado como Aroldo do Carmo da Silva, conhecido como ‘Negão’ foi encontrado morto. A vítima estava com ferimentos na cabeça e com um corte profundo no pescoço.

Jurandir Pedro, idade não divulgada, foi a segunda vítima da dupla. Ele foi encontrado morto com vários ferimentos e também com o pescoço cortado. Em imagens registradas pelos suspeitos, e possível notar que o homem foi brutalmente espancado com um pedaço de madeira, e posteriormente degolado. A localização do corpo foi feita na última segunda-feira (24).

O terceiro homicídio foi registrado também na segunda, em um terreno baldio, localizado ao lado de um posto de combustíveis na região central da cidade. O homem identificado apenas como “Calango”, foi encontrado morto com lesões semelhantes com as das duas primeiras vítimas.

Em ambos os casos, os corpos foram encaminhados ao Instituto Médico Legal (IML), onde passaram por necropsia e posteriormente liberados para os procedimentos fúnebres.

A Polícia Militar em posse de algumas informações passou a realizar rondas e conseguiu localizar os dois suspeitos que ainda possuíam a faca usada no crime e estavam com as bermudas com manchas de sangue. De acordo com eles, as vítimas teriam tentado cometer um furto. Após confessarem o crime, a dupla foi presa e conduzida à delegacia. O caso deve ser investigado pela Polícia Civil.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja bem com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceito Saiba Mais